sábado, 1 de agosto de 2015

OS BARDOS



O mundo sempre vai precisar dos contadores de histórias.

Já aprendi que o contador de histórias é aquele que anda no limiar da imaginação,

Muitas vezes mistura a ficção com a realidade, a ponto de se machucar, de ferir seu próprio coração,

Vivendo em sua cabeça histórias que nunca poderá saborear,

Beijando lábios cujo calor jamais poderá sentir,

Amando heróis que jamais existirão.

Apenas em sua maravilhosa imaginação...

O mundo sempre precisou dos bardos, dos contadores de histórias, dos poetas...

São eles quem irão perpetuar as histórias de glória e sonhos da humanidade!

São eles quem levarão esperança ao coração dos medíocres...

São eles quem reavivarão o fogo da existência,

Trazendo alento aos descrentes e desesperados.

Os escritores são os novos bardos...

E os bardos sempre irão passar adiante as histórias

De sangue, de amor, e de lutas

Que um dia fizeram os olhos brilharem

E os corações palpitarem.

E todos darão vivas e louvor aos heróis

Que nunca teriam existido

Se não fosse o ardor e o amor dos bardos.

Marie Jo

Agosto 2015

Nenhum comentário: